O Fato Publicidade 1200x90
04/07/2023 às 16h29min - Atualizada em 04/07/2023 às 16h29min

Governo de Alagoas discute matrizes energéticas no Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Minas e Energia em Brasília

Encontro contou com a presença de representantes dos estados e com o ministro de Minas e Energia do Brasil, Alexandre Silveira

Governo de Alagoas
Foto: Governo de Alagoas
William Makaisy / Ascom Sedics

Geração de energia renovável, dinamização de processos e abertura de novos projetos. Os representantes do Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Minas e Energia (FNSEME) se reuniram em Assembleia Ordinária para discutir temas relacionados à produção de energia limpa nos estados brasileiros. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira (4), no Ministério de Minas e Energia, na cidade de Brasília, e contou com a presença da secretária de Estado do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Caroline Balbino, representando o governo de Alagoas.

 

Segundo o ministro de Estado de Minas e Energia, Alexandre Silveira, a parceria entre o governo federal e os estados brasileiros é fundamental para a melhoria do segmento energético.

 

“Hoje vivemos em um país miscigenado e extremamente diverso, por isso é impossível discutir a questão da matriz energética e do desenvolvimento sustentável do Brasil sem consultar todos os estados. Precisamos estar juntos e alinhar isso em parceria. É fundamental que tenhamos a contribuição e a demanda de cada um de vocês secretários presentes”, pontuou.

 

O ministro também fez esclarecimentos sobre a política do gás brasileira, explicando a importância da sua produção no Brasil, sendo uma das prioridades nacionais do atual governo. Além disso, o marco regulatório do hidrogênio verde também foi citado como prioridade para produção de energia limpa.

 

A secretária Caroline Balbino destacou a importância da reunião do Fórum e pontuou que Alagoas está cada vez mais focado na produção de energia sustentável. “É um prazer participar dessa reunião com tantos secretários estaduais preocupados e focados em um Brasil que seja referência no segmento energético. Alagoas vem trabalhando arduamente para aumentar cada vez mais a produção de energia limpa. No último Balanço Energético, o estado chegou a uma matriz de energia com 88% de fontes limpas, além de outros 8% de gás natural, mostrando o compromisso do governo estadual com essa questão”, pontua.


O presidente do Fórum Nacional de Secretários Estaduais de Energia, Hugo Leal, reiterou que o Fórum representa um espaço para discussão e implementação de políticas públicas. “Estamos aqui hoje projetando melhorias, tanto na questão energética quanto nas matrizes renováveis. O que queremos é alinhar e aprofundar ainda mais nosso conhecimento sobre a demanda. Precisamos entender quais as intenções e qual será a prática das políticas públicas para que possamos repercutir isso nos nossos estados. O Fórum tem esse propositivo ambiente de discussão, mas, também, um ambiente político para repercutir os temas discutidos aqui”, disse o presidente. 

 

Durante o encontro, houve a apresentação do Fórum e dos novos vice-presidentes e representantes do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), além de um panorama sobre o Programa Gás Para Empregar e a apresentação das regras e parâmetros para as novas concessões de energia elétrica a cargo do Ministério.

 

O Fórum

 

O Fórum Nacional dos Secretários Estaduais de Minas e Energia (FNSEME), criado em 1995, é uma entidade de direito privado, organizada sob forma de associação civil e sem fins lucrativos. O grupo atua com a finalidade de prestar auxílio, desenvolver, organizar e planejar projetos e estudos técnicos de interesse das Secretarias de Minas e Energia dos Estados e do Distrito Federal. Além disso, busca articular junto ao Poder Executivo e ao Congresso Nacional diretrizes das políticas e ações da área de competência da organização e propor alterações na legislação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
O Fato Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp