O Fato Publicidade 1200x90
26/07/2023 às 17h29min - Atualizada em 26/07/2023 às 17h29min

Prospecção: secretária Caroline Balbino visita indústria Kanaflex em São Paulo

Fundada no Japão, multinacional do segmento plástico possui 18 unidades fabris no mundo

Governo de Alagoas
Com um programa de incentivos arrojado, Alagoas atrai cada vez mais investimentos
Cumprindo agenda no maior centro comercial na América Latina, a secretária de Estado do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Caroline Balbino, e o superintendente do escritório de Alagoas em São Paulo, Matheus Borges, visitaram nesta quarta-feira (26), a indústria do segmento plástico Kanaflex, localizada em Embu das Artes.

 

Fundada no Japão em 1952, a Kanaflex iniciou suas atividades produzindo tubos rígidos de PVC e, posteriormente, tornou-se líder mundial na fabricação de mangueiras espiraladas flexíveis de PVC. A multinacional foi ainda pioneira na fabricação de dutos e tubos corrugados de PEAD. No mundo, a indústria conta, atualmente, com 18 unidades fabris, sendo 11 no Japão, 02 nos Estados Unidos, 02 no Brasil, 01 na Espanha e 02 na China.



O Centro Técnico, localizado em Shiga (Japão), é responsável pelo constante desenvolvimento de produtos, que coloca a Kanaflex na vanguarda mundial na produção de mangueiras e tubos de alta performance.


Na região Nordeste do Brasil, a indústria possui uma unidade no Ceará, e, de acordo com o diretor da empresa no Brasil, Antônio Kaneko, a indústria deve ampliar sua atuação na região em breve. Para a secretária Caroline Balbino, a possível instalação da multinacional em Alagoas viria para fortalecer a já consolidada cadeia produtiva da química e do plástico do estado, trazendo novas tecnologias para o segmento.



 “Alagoas é o maior produtor de PVC da América Latina, com uma produção média de 440 toneladas por ano. Então ter uma unidade da Kanaflex instalada em nosso estado viria a somar com a nossa já estruturada cadeia produtiva da química e do plástico, gerando mais emprego e renda para alagoanos”, pontuou.


Estado ideal para investir


Com um programa de incentivos arrojado, Alagoas atrai cada vez mais investimentos. A chegada de novos empreendimentos é viabilizada pelo Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), que oferece a redução de 92% no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados, além do diferimento do ICMS sobre os bens destinados ao ativo fixo, sobre a matéria-prima utilizada na fabricação de produtos e na aquisição interna de energia elétrica e gás natural.



Facilitando a prospecção de novos negócios, o governo do Estado lançou também o Guia de Investimentos de Alagoas. O documento, idealizado pela Sedics, apresenta um panorama técnico completo de Alagoas, além de trazer dados atualizados e facilitar a vida dos investidores que pretendem se instalar em território alagoano. O Guia está disponível em português, inglês, espanhol e francês, e a versão on-line pode ser acessada no site www.sedics.al.gov.br.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
O Fato Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp