13/06/2023 às 14h56min - Atualizada em 13/06/2023 às 14h56min

Espetáculo "Minha Pele" leva reflexão para o palco do Teatro Deodoro

Apresentação acontece nesta quarta-feira, às 19h30, com ingressos a preços populares

Governo de Alagoas
A companhia de teatro LaCasa apresenta às 19h30 desta quarta-feira (14), no Teatro Deodoro, o espetáculo "Minha Pele", que faz um questionamento sobre  temas atuais como racismo, feminicídio, homofobia e transfobia. Apresentada dentro do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, a peça tem ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20, e podem ser adquiridos via pix pela chave (82) 99930-9866.

 

"Minha Pele" serve para mostrar que a arte também está a serviço do questionamento da realidade em que vivemos. Para isso, a peça faz uma verdadeira imersão visual e sonora, já que além dos atores no palco, dando vida ao texto e provocando o público a se questionar, conta com a sonorização do músico, cantor, compositor e multi-instrumentista Gama Junior.

 

Ele explica que a música está inserida em todos os âmbitos da nossa vida, inclusive nessas discussões que o espetáculo traz. “Tentamos colocar a música de forma bem pessoal para cada tema: a música preta/negra, que será interpretada pelos tambores e uma batida característica africana tratando do racismo; e a música mais delicada, refinada e com arranjos mais harmoniosos, com pianos e teclados, que vai tratar da homofobia”, explica.

 

Gama Junior ressalta ainda que pensou em duas formas musicais para quando a peça tratar de temas como o feminicídio. “Uma delas é o rock contemporâneo/experimental, onde usei na gravação da trilha, materiais domésticos como batidas de pratos, batedeira e liquidificador”, conta. “Para outro momento, que trata de filhos, busquei sons mais limpos, infantis. É nesse misto de momentos e sensações que a música está inserida no espetáculo”, diz.


"Minha Pele" narra três histórias e coloca no palco os “porquês” de ainda registrarmos tantos casos de violência contra a mulher, a população preta brasileira, gays, lésbicas e transexuais. “Trazemos uma reflexão para o público, afinal são abordados temas atuais como a questão da violência doméstica, o racismo, a homofobia, a transfobia.  Nossa expectativa é que o público saia reflexivo sobre o que a gente apresentou no palco, sobre essa realidade presente em pleno século 21”, conta Abides Oliveira, ator e diretor do espetáculo.

 

Ele explica que "Minha Pele" é reflexão, luta, reconhecimento, direitos humanos, direitos iguais e respeito. “É um grito engasgado na garganta que é solto para se fazer ouvir, refletir e mostrar tanta violência, discriminação, preconceito, perseguição a uma população marginalizada e vítima diária de um sistema social cruel”.

 

A apresentação desta quarta-feira tem apoio cultural da Namastê Produções, Instituto Eu Mundaú e Patriarca Materiais de Construções. O elenco conta com Gelly Silva, Gi Silva e Abides Oliveira, que são acompanhados pelo músico Gama Júnior. A direção do espetáculo é de Gi Silva, Gama Júnior e Abides Oliveira. A preparação corporal é de Allexandrëa Constantino.

 

Serviço:

 

O quê: espetáculo teatral “Minha Pele” – Cia LaCasa

Onde: Teatro Deodoro é o Maior Barato

Quando: Quarta-feira, às 19h30

Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia-entrada)

Vendas: pix (82) 9 9930-9866


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
O Fato Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp