10/05/2017 às 21h04min - Atualizada em 10/05/2017 às 21h04min

Polícia vai investigar morte de jovem que pode estar ligada ao jogo Baleia Azul

Adolescente chegou a ser levado pelo pai para UPA do Benedito Bentes, mas já estava sem vida

O Fato com Gazetaweb

O Distrito Policial do Benedito Bentes vai abrir um inquérito policial para apurar a morte do adolescente M.G.M.T.S., de 15 anos, encontrado pelo pai enforcado dentro do próprio quarto no começo na noite dessa terça-feira (9). Inicialmente, suspeita-se que o adolescente tenha morrido após praticar a fase final de um jogo que nasceu na Rússia e ficou conhecido como "Baleia Azul".  

Em entrevista à TV Ponta Verde, o pai do jovem relatou que M.G.M.T.S. foi para a escola normalmente pela manhã, voltou para casa, almoçou e ficou no quarto durante o período da tarde. Segundo ele, esse comportamento era considerado rotineiro, por isso não chamou a atenção. Em seguida, o pai levou a esposa para o trabalho e quando voltou para casa bateu na porta do quarto do filho por mais de uma vez, mas não teve nenhuma resposta. Foi quando ele decidiu arrombar o cômodo e se deparou com o filho enforcado.

Segundo relatou o pai do adolescente, na tela do computador do jovem estava escrito "Game Over", que em Português significa 'acabou'. Outro fato que chamou a atenção do pai foi o "nó profissional" que a corda utilizada pelo jovem apresentava. Desesperado, ele a cortou e levou o adolescente para da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi constatado o óbito. 

De acordo com a delegada Maria Aparecida, titular do Distrito Policial, a equipe da delegacia tomou conhecimento da morte do adolescente de forma extraoficial e, diante disso, vai dar início às investigações sobre as circunstâncias da morte assim que a família tiver condições de prestar esclarecimentos sobre o caso. 

"Todo e qualquer suicídio é investigado pela polícia. Neste caso não será diferente. Vamos respeitar o momento de dor da família, mas, logo em seguida, vamos chamá-la para trazer algumas informações sobre o caso e dar sequência à investigação. Essa questão da Baleia Azul preocupa a todos, sobretudo aos pais, que têm filhos na fase de desenvolvimento, como na adolescência", expôs. 

Regras do jogo

No começo do jogo, as tarefas dadas são mais simples: desenhar uma baleia em uma folha, passar a noite em claro ouvindo música triste ou vendo filme de terror. Depois, elas vão ficando mais perigosas: os participantes são ordenados a tatuar uma baleia no braço, feita com uma faca ou uma lâmina de barbear. Entre as tarefas passadas por um tutor, eles também são comandados a insultar os pais, mutilar-se nos lábios e, enfim, no 50º desafio, atentar contra a própria vida. 

Os participantes dessa prática cumprem uma tarefa por dia. A lista do que fazer é entregue aos poucos por uma espécie de tutor, quase sempre o administrador de uma página secreta no Facebook. A todo momento, eles são avisados de que este é um jogo sem volta. Na Rússia, ao menos uma pessoa foi detida por envolvimento nesse esquema suicida. Em alguns casos, quando os adolescentes chegaram à reta final dos desafios, eles trocaram a foto de capa do perfil na rede social por uma imagem de uma baleia azul. 


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp