19/08/2015 às 23h21min - Atualizada em 19/08/2015 às 23h21min

CARBOXITERAPIA

Estética

por Pollyana Lordsleem

 

 

O método mais utilizado em clínicas de estética para ajudar a combater as celulites, flacidez, as estrias e também a gordura localizada está fazendo a cabeça das mulheres. Em uma entrevista com a Fisioterapeuta especialista em Dermato – Dra. Laysse Lobo (BelleVille Spa Urbano), ela explica com detalhes sobre o tratamento mais procurado antes e durante o verão.

 

 

 

 

 

 

                                                  

“O procedimento é realizado através da injeção de CO2, gás carbônico, em tecidos específicos da pele. A carboxiterapia promove uma melhora no aspecto de diferentes partes do corpo, como barriga, coxas, braços e nádegas.

Os benefícios são muitos, porém pode ser um método um pouco doloroso. A agulha com o gás necessita ser introduzida no corpo e muitas mulheres sentem aflição e dor. Apesar disto a técnica é rápida e efetiva. O gás carbônico estimula a circulação sanguínea no local onde é aplicado. Como ele é habitualmente expelido durante a nossa respiração não provoca nenhum tipo de efeito colateral.”

Para a visualização das melhoras é preciso uma certa frequência de aplicação. O ideal é repetir as sessões de 15 em 15 dias por um período de 6 a 10 meses, afirma a fisoterapeuta.

A carboxiterapia tem feito muito sucesso entre as mulheres no combate às celulites e às gorduras localizadas. Não existem muitas contra indicações, porém é sempre aconselhável uma boa conversa com um profissional, para que complicações sejam evitadas.

                                                                    

QUANDO É INDICADO?

“Esta é uma moderna técnica que utiliza o gás carbônico no tratamento de estrias, gorduras localizadas, flacidez e celulites. Pode ser realizada em homens e em mulheres, sendo procurada principalmente por mulheres em uma faixa etária que vai dos 20 aos 50 anos de idade.

É indicada quando há o intuito de promover uma melhora em partes do corpo como as nádegas, os braços, as coxas, as costas e a barriga, por exemplo. O CO2 melhora a circulação e estimula a produção de colágeno e de fibras elásticas, podendo também atuar no tratamento de olheiras e no rejuvenescimento facial.”

 

COMO É O PROCEDIMENTO?

“A carboxiterapia não é uma técnica cirúrgica e não necessita de internação. Pode ser realizada em clínicas e não é preciso qualquer espécie de sedação ou de anestesia. É uma excelente alternativa para quem quer perder uns quilinhos ou tratar estrias e celulites, já que é rápida, prática e segura.

Para que o efeito desejado seja atingido é preciso repetir as sessões em média de 15 em 15 dias por até mesmo 10 meses. Cada sessão dura aproximadamente 30 minutos. Quando terminada a pessoa está liberada para voltar com as tarefas do dia a dia.

Durante o procedimento será injetado gás carbônico no corpo do paciente. O profissional sabe os parâmetros a serem seguidos para que não ocorram efeitos colaterais. Como o gás está presente em nossa respiração, geralmente não existem muitas complicações. A ação do anidro carbônico no organismo humano já foi bastante estudada. Ela promove vasodilatação e redução da afinidade entre a hemoglobina e o oxigênio. Com isto há uma melhora na circulação e os tecidos ficam mais oxigenados, ajudando na dissolução de nódulos de celulite e na ruptura de células de gordura. O tratamento pode ser considerado seguro e associado a outras terapias, com a finalidade de acelerar o resultado.”

                                                               

QUAIS SÃO OS PREPARATIVOS?

Segundo Laysse, não são necessários muitos preparativos antes da carboxiterapia. Deve-se chegar à sessão com certa antecedência e aguardar o profissional chamar para que se tenha início.  Algumas pessoas podem sentir um incômodo durante as sessões, assim com dores, já que agulhas serão inseridas nos locais a serem tratados.

Como não é aplicado nenhum sedativo ou anestesia a pessoa está liberada logo após o término da sessão. É permitido dirigir depois do procedimento e a alimentação pode seguir como de costume. Na data da primeira sessão é aconselhável agendar as próximas sessões. Para que o resultado seja positivo e para que possa ser melhor notado é indicado realizar sessões de carboxiterapia de 15 em 15 dias por um período de cerca de 10 meses. É preciso, entretanto, acompanhar a evolução do tratamento para que o tempo certo seja estipulado.

 

Link
Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

78.1%
21.9%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp