15/12/2018 às 16h01min - Atualizada em 15/12/2018 às 16h01min

SEGUNDO REGIMENTO INTERNO DO TRIBUNAL DE CONTAS DE ALAGOAS AS ELEIÇÃO DEVERÁ OCORRER NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA

ROSA ALBUQUERQUE TENTA DESMORALIZAR A JUSTIÇA ALAGOANA PRA SE MANTER NO PODER

A Redação
O Fato
A malaquiagem é um instrumento dos facínoras e manipuladores que não aceitam a derrota. No Tribunal de Contas de Alagoas está em um jogo de vale tudo, até desrespeitar decisão judicial para se manter no poder.
Os históricos dos manipuladores não são dos melhores, em um momento aonde o Brasil clama por moralidade, o órgão fiscalizador das contas públicas, hoje sofre com a usura que a qualquer preço Rosa Albuquerque quer se tornar proprietária, sem largar o tacho, do instrumento de fiscalização das contas públicas do povo alagoano. Os homens e as mulheres de bem de Alagoas, sabem da seriedade da Justiça Alagoana que com galhardia Rosa Albuquerque com seus seguidores da imoralidade estão querendo debochar da cara da justiça, sabemos que o TJ-AL vai dar uma resposta à altura, pois decisão judicial é pra ser respeitada, não lesada; a Desembarcadora Elisabeth Carvalho tem relevantes serviços prestado ao povo alagoano e merece respeito; uma mulher digna que venceu barreiras em uma sociedade machista para mostrar o valor da mulher alagoana. O Ministério público de Contas e o Ministério Público do Estado de Alagoas também tem um papel fundamental em garantir que as normas vigentes do processo eleitoral sejam devidamente respeitadas.
O esvaziamento da sessão no pleno do Tribunal de Contas de Alagoas neste sábado dia 15 de dezembro de 2018, demonstra uma armação maquiavélica de se perpetuar no poder a todo custo até querer desmoralizar a Justiça, com malaquiagem achando que podem tudo, até querer fazer de tolos a Justiça Alagoana.
Agora vamos ver a cena dos próximos capítulos; no regimento interno que no dia 15 de dezembro em sessão especial e eu no caso de vaga eventual, a eleição acontecerá na primeira sessão ordinária após a sua ocorrência. Queremos ver qual a próxima manipulação de Rosa Albuquerque para que a eleição não ocorra com sus joguetes.

As entidades da sociedade civil vem acompanhando esse caso de novela, onde não querem soltar o pirulito e agir de todas as formas possíveis e impossíveis até querer desmoralizar a Justiça Alagoana.   “Somos defensores da moralidade do serviço público, não admitiremos nenhuma forma de falcatrua nas eleições do tribunal de Contas de Alagoas, caso isso ocorra iremos mobilizar a sociedade e entrar com várias representações nos órgãos competentes, e que os manipulares tenham seus mandatos cassados como Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas”; afirma Raudrin de Lima, Coordenador Nacional do Movimento Caras Pintadas.Fernando Cpi e Devis Klinger dirigentes de entidades que combatem a imoralidade no serviço público estão de orelha em pé juntamente com Raudrin de Lima dos Caras Pintadas, para garantir um processo eleitoral limpo no Tribunal de Contas de Alagoas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...