09/09/2016 às 00h41min - Atualizada em 09/09/2016 às 00h41min

Manifestantes ocupam praça na frente da casa de Temer em SP

PM montou cordão de isolamento para proteger o imóvel

O Fato com o Globo

Prostesto contra Michel Temer saiu do Largo do Batata e caminhou até a residência do presidente em São Paulo - Pedro Kirilos / Agência O Globo

SÃO PAULO — Manifestantes ocuparam a praça em frente à casa do presidente Michel Temer, em São Paulo, na noite desta quinta-feira. A Polícia Militar montou um cordão de isolamento na frente do local. Os manifestantes se concentraram no Largo da Batata, antes de seguir para o bairro onde o presidente possui uma casa. A mulher e o filho do presidente moravam no imóvel até o mês passado.

O ato foi convocado por grupos como a Frente Brasil Popular, da qual faz parte a Central Única dos Trabalhadores (CUT), e Povo Sem Medo, ligada ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Em faixas e bandeiras, o grupo pede “fora Temer”.

Alguns vizinhos de Temer chegaram a correr ao avistarem manifestantes se aproximando da região. Mascarados acompanharam a caminhada, mas a polícia não registrou incidentes até 21h.

De um carro de som, líderes de movimentos sociais prometiam que "as manifestações aumentarão".

PMs fizeram cordão de isolamento ao redor da casa de Temer - Pedro Kirilos / Agência O Globo

Mais cedo, o governo de São Paulo anunciou o afastaram dois policias militares da cobertura dos protestos . Um deles é o tenente-coronel Henrique Motta, que debochou de uma estudante ferida no olho num protesto ao compartilhar nas redes sociais a mensagem “quem planta rabanete, colhe rabanete”. O outro policial é acusado de atropelar um jovem durante uma manifestação.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...