23/05/2016 às 18h23min - Atualizada em 23/05/2016 às 18h23min

Psol entra com pedido de prisão de Jucá por conteúdo de áudios divulgados

“O Psol não reconhece Temer como presidente e nem os corruptos que acompanham"

O Fato com Jornal do Brasil

O Psol anunciou que vai entregar à Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta segunda-feira (23) um pedido de prisão do atual ministro do Planejamento e senador licenciado, Romero Jucá (PMDB-RR). Áudios divulgados mostram Jucá afirmando ao ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, que junto com o impeachment seria construído um pacto para estancar as investigações da Operação Lava-Jato.

“O Psol não reconhece Temer como presidente e nem os corruptos que o acompanham. O minimo que a PGR deve fazer é pedir a prisão de Jucá. O mínimo que O STF deve fazer é acatar o pedido”, destaca o presidente nacional do partido, Luiz Araújo.

Para o presidente nacional do Psol, as gravações não deixam dúvidas de que houve uma operação abafa na Operação Lava-Jato em troca da aprovação do impeachment. 

Para o presidente do partido, "o minimo que a PGR deve fazer é pedir a prisão de Jucá. O mínimo que O STF deve fazer é acatar"

Para o presidente do partido, "o minimo que a PGR deve fazer é pedir a prisão de Jucá. O mínimo que O STF deve fazer é acatar"

Para o presidente do partido, "o minimo que a PGR deve fazer é pedir a prisão de Jucá. O mínimo que O STF deve fazer é acatar"

Jucá e Machado são investigados pela Lava-Jato. Os diálogos, gravados de forma oculta, ocorrem semanas antes da votação na Câmara que desencadeou o impeachment da presidente Dilma. São 1h15min de conversas, em poder da PGR.

Em uma parte da conversa, Machado diz: "Tem que ter impeachment". O agora ministro responde: "Tem que ter impeachment. Não tem saída".


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...