25/06/2019 às 16h21min - Atualizada em 25/06/2019 às 16h21min

STF julga suspeição de Moro

O Fato com Agência de Notícias
REDES SOCIAIS
Ministros da Segunda Turma incluíram na pauta dois HCs apresentados pela defesa do ex-presidente, um deles denunciando a suspeição do ex-juiz e atual ministro Sergio Moro; o ministro Gilmar Mendes, que havia pedido vista do caso, já se posicionou pela liberdade do ex-presidente até que a Corte julgue o recurso, caso não seja hoje. Um recurso questiona a atuação do relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer. No segundo é apontada a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante o processo do caso triplex, que condenou o ex-presidente. Antes de iniciar o julgamento em si, os ministros discutiram se a defesa de Lula, representada pelo advogado Cristiano Zanin Martins, teria direito a fazer sustentação oral no plenário. Ricardo Lewandowski se manifestou favoravelmente e comentou: “Vivemos dias difíceis do ponto de vista da democracia e do estado de direito”. Após o debate, a Segunda Turma admitiu a sustentação oral de Zanin. O ministro Gilmar Mendes já se posicionou de forma favorável à liberdade de Lula, ao menos até que o STF volte a julgar o recurso, caso não seja hoje.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

80.9%
19.1%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp