13/06/2018 às 20h14min - Atualizada em 13/06/2018 às 20h14min

PEDIDO DE CEI DA SLUM É LIDO NA CÂMARA E SIDERLANE VOTA CONTRA A FALA DOS MOVIMENTOS CONTRA CORRUPÇÃO

A Redação
O Fato
PMM
 

Um verdadeiro espetáculo de falta de compromisso com a verdade e com a transparência com a coisa pública foi o papel vergonhoso do Vereador por Maceió Siderlane Mendonça hoje na sessão ordinária da Câmara Municipal de Maceió, no momento em que a mesa diretora colocava em votação em relação a fala do Movimento Contra Corrupção Eleitoral em Alagoas e do Movimento Caras Pintadas; Siderlane saiu em uma defesa cega a favor de Davi Maia ex superintendente da SLUM que está sendo alvo de um pedido de criação da Comissão Especial de Inquérito(CEI), referente vários  questionamentos, entre eles o uso da estrutura da Slum para beneficiar empresa de locação de veículos da cidade onde seu pai é Prefeito de Quebrangulo, a nomeação de seu Primo como chefe de gabinete, pagamentos irregular as empresas de recolhimento de lixo, além de pedido de investigação dos contratos e folha de pessoal da SLUM. O Vereador Sidernane Mendonça em seu discurso falou que era normal no meio Político beneficiar seus parentes e que ele praticava tal ato pois segundo ele o político tem que beneficiar primeiro as pessoas da família em cargos públicos. Depois de ser duramente criticado por seus pares do parlamento mirim, o Coordenador do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral em Alagoas, Fernando CPI falou que Siderlane depois de tentar cessar a fala dos movimentos sociais, era considerado inimigo número 1(um) dos Movimentos de Combate a Corrupção em Alagoas, pelo seu papel subserviente tentando impedir a investigação de supostos atos de improbidade administrativa na Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió. Siderlane foi protagonista de uma polêmica na sessão da Câmara Municipal de Maceió, referente uma suposto caso amoroso com outro vereador onde o mesmo discutiu a relação em plenário, onde ocorreu uma enorme polêmica, onde foi acusado de externa ciúmes em plena sessão da Câmara Municipal de Maceió e na gestão de Davi Maia participou ativamente com indicação de nomes na SLUM, além de sua espôsa comindicação de cargo comissionado na Prefeitura de Maceió, acusada por um informante do "O Fato" que não dar um dia de serviço. Os movimentos de combate a corrupção autores do pedido irão fazer pedido de suspeição na CEI(Comissão Especial de Inquerito) da Câmara Municipal de Maceió, incluindo o nome do Vereador Siderlane Mendonça por suposta participação nos esquemas da SLUM.

 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...