20/07/2016 às 14h01min - Atualizada em 20/07/2016 às 14h01min

Candidato de Renan em Maceió terá de depor em plena campanha eleitoral

Ministério Público acusa o ex-prefeito Cícero Almeida de cometer irregularidades em contratos de lixo. Ele nega.

O Fato com Época

Aliado de Renan Calheiros, o pré-candidato do PMDB à prefeitura deMaceióCícero Almeida, terá de depor no dia 1º de setembro, em plena campanha eleitoral, numa investigação sobre supostos desvios em contratos de lixo na capital alagoana. O Ministério Público de Alagoas acusa Almeida e mais quatro pessoas de beneficiarem duas empresas, no episódio que ficou conhecido como a “Máfia do Lixo”. Almeida era prefeito de Maceió no período de vigência dos contratos. O MP afirma que foram desviados R$ 200 milhões dos contratos. A intimação para o depoimento foi expedida pelo Supremo Tribunal Federal porque Almeida é deputado federal e tem prerrogativa de foro.

Em entrevista Almeida disse não ter sido notificado sobre o depoimento à Justiça, mas estar tranquilo caso receba a citação. Negou as acusações e disse que o processo será uma oportunidade para comprovar sua inocência. Ele disse também que há inconsistências nas acusações. Uma delas é sobre o suposto desvio de R$ 200 milhões. “Como é possível desviar R$ 200 milhões em contratos de R$ 200 milhões?” Afirmou, também, que existe a manifestação de um promotor de Justiça pela rejeição do processo e que seus advogados deverão utilizar tal manifestação em sua defesa.

Na segunda-feira (18), Almeida teve encontro, em Maceió, com os candidatos a prefeitos do PMDB que disputarão as eleições em Alagoas. Estiveram na reunião o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o governador do Estado, Renan Filho.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

81.8%
18.2%