13/07/2016 às 19h32min - Atualizada em 13/07/2016 às 19h32min

Estudantes da Ufal são presos com 1/2 quilo de maconha no estado do Piauí

Alunos foram detidos na cidade de Colônia do Gurgueia, durante abordagem a van da instituição que seguia para congresso

O Fato com Gazetaweb

Três alunos do Centro de Ciências Agrárias (Ceca) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) foram presos na cidade de Colônia de Gurgueia, no interior do Piauí, suspeitos de transportar 1/2 quilo de maconha na van oficial da instituição. Os estudantes foram presos após uma abordagem da Polícia Militar. Os jovens não tiveram os nomes revelados. 

De acordo com o delegado Charles de Holanda Pessoa, o veículo transportava 13 alunos do curso de engenharia florestal para um congresso no município de Bom Jesus, na região dos Cerrados, no Piauí, quando foi abordado em um posto de combustíveis. 

Durante a abordagem, os militares encontram a maconha, além de uma pequena quantidade de comprimidos alucinógenos, conhecidos como 'doces', e uma quantia em dinheiro e em dólares.

 

Van transportava 13 alunos da UFAL para congresso, em Bom Jesus, interior do Piauí

FOTO: CIDADE VERDE

Os três estudantes foram detidos e conduzidos ao Distrito Policial de Colônia de Gurgueia, onde foram autuados por tráfico de entorpecentes. Eles devem ser encaminhados à Casa de Custódia José Ribamar Leite, em Teresina, capital piauiense.

 

Os outros alunos que estavam no veículo também foram revistados, mas com eles nada foi encontrado. Os estudantes e a van da universidade foram liberados.

Por meio da assessoria, a Ufal se pronunciou e disse que as famílias dos estudantes já foram contactadas e seguiram para o estado do Piauí. 

Confira a nota da Ufal:

A Universidade Federal de Alagoas informa que, mesmo não tendo sido comunicada oficialmente pela polícia do Piauí, está ciente do caso de apreensão de três estudantes por uso e porte de drogas. Reforça, ainda, que tanto a van, quanto os motoristas da Ufal foram revistados e nenhum material ilícito foi encontrado. A Divisão de Transporte, setor responsável pela liberação do ônibus, não possui competência para vistoriar pertences pessoais dos alunos embora oriente os passageiros sobre a proibição do uso e porte de drogas, bebidas alcoólicas e de fogos de artifício. As famílias dos estudantes já foram contactadas pela Ufal e já se deslocaram para o Piauí.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

81.8%
18.2%