08/04/2016 às 09h27min - Atualizada em 08/04/2016 às 09h27min

Autora do pedido de impeachment trabalhou nos governos de FHC e Alckmin

Janaína Paschoal exerceu funções de assessoria especial e técnica

O Fato com Jornal do Brasil

A advogada Janaína Paschoal, autora do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, trabalhou como assessora especial do Ministério da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso e como assessora técnica de gabinete na gestão do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, partido que lidera o movimento pela destituição da chefe do Executivo.

No arquivo do Diário Oficial da União (DOU), do dia 24 de julho de 2002, há a informação de exoneração de Janaína do cargo de Assessor Especial do Ministro de Estado da Justiça, pelo presidente da República, Fernando Henrique Cardoso. 

Trecho do Diário Oficial da União com a exoneração da autoria do impeachment de Dilma

Trecho do Diário Oficial da União com a exoneração da autoria do impeachment de Dilma

Trecho do Diário Oficial da União com a exoneração da autoria do impeachment de Dilma

>>Veja aqui no arquivo do Diário Oficial da União o informe da exoneração

Janaína fez discurso inflamado na segunda-feira (4) prometendo acabar com a "República da Cobra"

Janaína fez discurso inflamado na segunda-feira (4) prometendo acabar com a "República da Cobra"

Janaína fez discurso inflamado na segunda-feira (4) prometendo acabar com a "República da Cobra"

Já no governo de Geraldo Alckmin, Janaína presidiu uma das comissões especiais destinadas a apresentar propostas de alteração de plano de carreira e critérios de promoção nas polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, de acordo com informação disponível no site da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado de São Paulo.

Na última segunda-feira (4), um discurso raivoso de Janaína, em frente à Faculdade de Direito da USP, em que ela pedia a morte da "República da Cobra" e afirmava que Deus a ajudaria a derrubar "a Cobra", chamou a atenção e acabou virando piada nas redes sociais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.0%
21.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...