29/03/2016 às 16h01min - Atualizada em 29/03/2016 às 16h01min

Cunha apresenta projeto para mudar atual composição do Conselho de Ética

Estratégia de peemedebista é mais uma tentativa de interromper processo de cassação

O Fato com Jornal do Brasil

O líder da Rede Sustentabilidade na Câmara, deputado Alessandro Molon (RJ), denunciou nesta terça-feira (29) que o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tentará aprovar um projeto de resolução da Mesa Diretora que permite mudar a atual composição do Conselho de Ética.

Atualmente, o Conselho de Ética é composto por 21 deputados. No projeto de resolução apresentado para redefinição de todas as comissões da Câmara, Cunha argumenta que, devido à recente troca de partidos por alguns deputados, as bancadas mudaram de tamanho. Desta forma, o PMDB ganharia mais uma vaga no Conselho e o PT perderia uma cadeira. A votação atual do parecer contra Cunha está por uma diferença de apenas um voto.

Parecer contra presidente da Câmara é julgado há mais de quatro meses no Conselho de Ética da Casa

Parecer contra presidente da Câmara é julgado há mais de quatro meses no Conselho de Ética da Casa

Parecer contra presidente da Câmara é julgado há mais de quatro meses no Conselho de Ética da Casa

Desde que o líder do Psol na Câmara, deputado Chico Alencar (RJ), apresentou representação (há mais de quatro meses) no Conselho de Ética em que pede a cassação do mandato de Eduardo Cunha, por quebra de decoro parlamentar, o presidente da Câmara vem manobrando de diversas maneiras o Regimento Interno da Casa para atrasar a votação do parecer.

Cunha já conseguiu, inclusive, trocar o primeiro relator do processo, o deputado Fausto Pinato (PRB-SP), recorrer ao Supremo Tribunal Federal, tentar dissolver reuniões e convocar sessões, na condição de presidente da Câmara, para atrasar as reuniões do Conselho de Ética. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.0%
21.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...