15/04/2022 às 20h03min - Atualizada em 15/04/2022 às 20h03min

Revolta: Professora faz protesto no Palato, após ter seu carro arranhado no estacionamento por “bolsonarista”

Vândalo Bolsonarista gera revolta nas redes sociais

É assim
Cortesia

O ódio e a intolerância de quem não sabe viver em uma democracia e, muito menos, com a pluralidade de pensamentos, começa a se expor covardemente em nichos da sociedade alagoana.

A professora Ivanilda Verçosa foi vítima nesta sexta-feira santa, 15 de abril, dessa insana postura de intolerantes. Ela foi às compras no supermercado Palato, da Ponta Verde, e deixou o carro no estacionamento. O vigilante do local a viu chegando, foi junto ao veículo e a ajudou a pegar um carrinho de mão.

Terminado a tarefa no supermercado, a professora volta para o carro que estava com uma plotagem dos pré-candidatos do PT, Lula e Paulão, e encontrou o veículo com a tampa da mala riscada de forma raivosa. Ela chamou o vigilante que confirmou que o carro dela havia chegado ao local em perfeito estado.

Ivanilda Verçosa então pediu para falar com o supervisor do estabelecimento e cobrou as imagens para identificar o responsável pelos danos em sua propriedade. Foi informada que não havia câmeras de filmagem no lugar. Ela então voltou ao local das compras e fez um  discurso em alto e bom som:

Olhaí a primeira tentativa de intimidação de um bolsonarento, verme de esgoto, que sofri hoje, às 9h45 no estacionamento do Palato Ponta Verde. Infelizmente, o estacionamento não tem câmeras. Já registrei a ocorrência, tem o testemunho do vigilante do estacionamento de que o carro chegou sem arranhão pq ele me ajudou a tirar um carrinho de compras para estacionar. Se acha que com essas atitudes criminosas irão nos intimidar, estão redondamente enganados.

A professora foi bem acolhida pelos funcionários e o supervisor do Palato, que lhe pediu prazo de 72 horas para encontrar a solução para os danos que ela sofreu dentro do estabelecimento.

Solidariedade parlamentar – A professora Ivanilda Verçosa recebeu também a solidariedade do deputado federal Paulão, que lamentou o episódio e disse que esse tipo de agressão precisa ser denunciada por todo e qualquer cidadão vítima do ódio de pessoas que não respeitam os direitos da cidadania. “Isso é típico de pessoas de mente torpe, desrespeitosas, prepotentes. Lamento ainda que o supermercado não tenha câmeras para que pudéssemos identificar a covardia alheia e desnaturada. Mas fica o alerta para todos nós de que se estão agindo dessa forma é por são capazes de atos bem piores. Mas, como disse a Ivanilda, não pensem que vão nos intimidar com atitudes fascistas”, declarou Paulão.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp