20/09/2021 às 21h52min - Atualizada em 20/09/2021 às 21h52min

Prefeito JHC recebe clubes e discute retorno gradual de público aos jogos de futebol

Clubes se comprometeram a adotar protocolos sanitários de prevenção contra a covid-19

Prefeitura de Maceió
Prefeito JHC falou sobre o sucesso na vacinação de Maceió. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió.
Prefeito JHC recebeu representantes da FAF e dos times CRB e CSA. Foto: Edvan Ferreira/ Secom Maceió

O prefeito de Maceió, JHC, recebeu o representantes da Federação Alagoana de Futebol e dos times maceioenses CRB e CSA para discutir o retorno gradual da presença do público aos jogos realizados no Estádio Rei Pelé. A FAF e os clubes afirmaram estar comprometidos com a adoção de rigoroso protocolo sanitário de prevenção contra a Covid-19, durante reunião na tarde desta segunda-feira (20).

“Nós acreditamos no trabalho e organização dos clubes, que se comprometeram a adotar uma série de medidas preventivas. Além disso, temos Maceió que é a capital com maior eficiência da vacinação, com mais de 85% de população vacinada com pelo menos uma dose”, disse o prefeito.

Prefeito JHC falou sobre o sucesso na vacinação de Maceió. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió.

O coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura, explica que cabe ao Município acatar por completo ou adotar medidas mais restritivas com relação aos decretos emitidos pelo Governo do Estado, o que não é a intenção. Moura ainda informou que haverá fiscalização e reavaliação a cada jogo, a partir do momento em que houver a reabertura.

“Nós precisamos seguir a legislação e aguardar o decreto de liberação que venha do estado. Como teríamos a possibilidade de restringir mais, conforme decisão do STF, não adotaremos esta atitude, já que estamos vendo o empenho em adotar protocolos sanitários necessários e também que muitos estados já liberaram acesso do público aos jogos”.

Claydson Moura, coordenador do GGI Covid-19. Foto: Edvan Ferreira/ Secom Maceió.

Entre as propostas de medidas que serão adotadas estão a ocupação de, no máximo, 30% da capacidade do estádio; obrigatoriedade da vacinação com as duas doses ou a primeira dose e o testes atualizados (PCR em até 72 horas e antígeno de 48 horas); a venda de ingressos até o dia anterior; abertura dos portões com 3 horas de antecedência; e uso obrigatório de máscaras durante todo o jogo.

“Essa aproximação com a Prefeitura de Maceió, seus secretários e a Vigilância Sanitária do Município tem mostrado a preocupação do prefeito para que possa voltar o público não só ao futebol, mas também a todo o setor de entretenimento. Isso é fundamental, principalmente em um momento tão delicado em que o país se encontra”, destacou o presidente do CSA, Rafael Tenório.

O presidente do CRB, Mário Marroquim, também agradeceu ao prefeito JHC a recepção e falou sobre a importância da volta gradual e responsável do público aos estádios. “O CRB está aguardando ansiosamente esse momento, para a torcida fortalecer, ser um 12° jogador em campo, incentivando seus jogadores e também criando um cenário financeiro de ajuda ao clube”, completou.

Vacinação itinerante

Na ocasião, ainda ficou firmada mais uma edição da vacinação itinerante que, desta vez, contará com o apoio dos times maceioenses. Na próxima quinta-feira (30), das 9h às 16h, haverá vacinação da 1ª e 2ª dose no Centro de Treinamento do CSA, que fica no Estádio Nelson Feijó (Via Expressa). Já na sexta-feira (1°), no mesmo horário, a vacinação será na Sede Administrativa do CRB, que fica no Casarão, em Jaraguá.

“Com isso, iremos incentivar e mostrar apoio dos times à campanha de vacinação. Ficamos muito felizes com essa parceria e essa demonstração de responsabilidade dos clubes”, reforçou o prefeito JHC.

Adoção de animais

Os times ainda firmaram outro compromisso com a Prefeitura de Maceió, em que os jogadores do CRB e CSA entrarão em campo durante um dos jogos com cães e gatos que estão abrigados na Unidade de Vigilância em Zoonoses, localizada na Cidade Universitária, como forma de incentivo à adoção responsável dos animais.

Participaram também da reunião o procurador geral do Município, João Lobo, o diretor geral do CSA, Hugo Leahy, e o presidente da FAF, Felipe Feijó.

Secom Maceió


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

80.5%
19.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...