09/04/2021 às 15h57min - Atualizada em 09/04/2021 às 15h57min

Prefeito JHC apresenta avanços dos 100 dias de gestão

Áreas de grande impacto social tiveram melhorias, levando dignidade e respeito ao povo maceioense

SECOM Maceió
 
Foto: Edvan Ferreira

Saúde mais próxima do cidadão, gasto público mais eficiente, obras retomadas, mais escolas e mudanças no transporte público. Este tem sido o tom dado nos primeiros 100 dias de governo JHC à frente da Prefeitura de Maceió. Durante solenidade desta sexta-feira (9), o prefeito fez uma prestação de contas à sociedade.

“Pegamos uma cidade completamente abandonada, que a gente já não sentia mais no rosto e no olhar das pessoas a perspectiva de que as coisas pudessem mudar. E estamos fazendo diferente. Estamos mostrando que é possível fazer diferente”, lembrou JHC.

Resumidamente, o prefeito listou seus avanços em áreas sensíveis, tão importantes em uma capital como Maceió. Na Saúde, a maior unidade de média complexidade da América Latina, o PAM Salgadinho, começou a atender também aos sábados, com exames de imagem e laboratoriais. O Laboratório de Análises Clínicas de Maceió (Laclim) aumentou sua produção em 220% com relação ao mesmo período do ano passado e a fila de transporte para diálise foi zerada.

No enfrentamento à pandemia, JHC determinou a ampliação da capacidade de armazenamento da Central Municipal de Rede de Frio de 144 mil para quase 700 mil doses, organizando assim uma estrutura para vacinar a população contra a Covid-19. Atualmente, são oito pontos de vacinação espalhados por toda a cidade e mais de 13% da população já deu início à imunização.

“Com isso, Maceió se tornou a capital com o sistema de vacinação mais eficiente do Brasil. Para auxiliar neste processo, foi realizado um processo de contratação temporária de trabalhadores da saúde, com mais de 200 profissionais já contratados”, ressaltou.

Ciente de que a pandemia não afeta apenas a Saúde, o chefe do Executivo municipal lançou, em março, um pacote de socorro emergencial para bares e restaurantes, com benefícios tributários aos empresários e a todos os contribuintes.

O compromisso com o transporte público de qualidade também foi assumido pelo prefeito JHC, que, em janeiro, baixou o valor da passagem para R$ 3,35 – um marco. Ele lembrou que com isso, a cidade tem a tarifa mais barata dentre as capitais dos estados brasileiros e inferior à média nacional, que é de R$ 4,00. Outro benefício foi a implantação do Passe Livre para estudantes de Maceió, em março.

Grotas, avenidas e áreas que eram invisíveis para as gestões passadas começaram a receber luminárias em LED, trazendo mais conforto e segurança à população. “Já são mais de 1,3 mil novas luminárias em 21 bairros. Em paralelo, já foram reparadas 730 luminárias apagadas em 16 bairros de toda a cidade”, celebrou o prefeito durante sua fala no evento.
A valorização dos profissionais da Educação começou já com a entrega dos EPIs necessários para a volta às aulas. Além disso, a atual gestão construirá novas creches e escolas. A primeira delas, no Ouro Preto, terá capacidade para 200 alunos.

O sonho da casa própria se tornou realidade para mais de 500 famílias com a entrega do residencial Vale Bentes II.
“A mudança de vida também está mais perto para as pessoas que moram em condições insalubres na orla lagunar, com a retomada das obras do Residencial Vilas do Mundaú, que beneficiará mais de 1.700 famílias”, disse JHC.

O prefeito lembrou da Ecovia Norte. Uma das obras retomadas, que registou avanços, onde já circula, inclusive, uma linha de ônibus. Também iniciaram as obras da ciclovia da Fernandes Lima, pleito antigo de ciclistas e moradores. A previsão é que os equipamentos sejam entregues ainda este ano.

O compromisso e responsabilidade também é com o dinheiro da população. Por meio de decreto, o prefeito JHC criou uma comissão para revisar e acompanhar todos os contratos firmados pela Prefeitura de Maceió. Em janeiro, o rombo financeiro da Prefeitura era da ordem de R$ 332 milhões, com um déficit mensal de R$ 25 milhões no orçamento municipal.
“Este é apenas o começo”, finalizou o prefeito JHC.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

78.6%
21.4%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp