28/02/2021 às 03h50min - Atualizada em 28/02/2021 às 03h50min

Alagoas chegando com 3 mil mortes, bares e orla marítima fazem aglomerações

Brasil bate recorde em mortes diárias de Covid-19 e população negligência praticando aglomerações

O Fato com Agência de Notícias
O Fato
O Fato em passagem pela cidade de Maceió, nos bares e orla marítima , foi constatado negligência por partes dos donos dos bares e da população praticando aglomerações e sem as medidas de segurança, como uso de máscaras e o distanciamento. Na orla marítima nas mediações da Sorveteria Bali , na beira da praia da Pajuçara , jovens nas redes sociais  combinaram “Luau” , a OPLIT convocou a Polícia Militar para conter a aglomeração. Alagoas se aproxima das 3 mil mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, o estado confirmou mais 10 óbitos de pessoas infectadas pelo coronavírus, elevando o número total para 2.989. A informação é do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) divulgado neste sábado (27).O mesmo boletim mostra que o estado confirmou mais 483 casos positivos. Com isso, o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiu para 131.066.
 
O Brasil registrou 1.386 novas mortes provocadas pela covid-19 em um intervalo de 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. Em boletim divulgado neste sábado (27), a pasta informou que o país soma 254.221 óbitos desde o início da pandemia. De ontem para hoje, houve 61.602 diagnósticos positivos para o novo coronavírus em todo o país. Desde o começo da pandemia, o total de infectados chegou a 10.517.232. Segundo a pasta, 9.386.440 pessoas se recuperaram da doença, enquanto outras 876.571 estão em acompanhamento. Variante brasileira gera carga viral 10 vezes maior Um estudo de epidemiologia genômica feito por cientistas brasileiros revela que pacientes infectados com a nova variante P.1, de origem no Amazonas, têm uma carga viral 10 vezes maior em secreções colhidas por amostras RT-PCR do que a média vista em cepas anteriores. Além disso, essa carga está também mais alta em homens e mulheres adultos com idade inferior a 60 anos. As conclusões constam em um artigo publicado nesta sexta-feira (26) e assinado por 29 pesquisadores na área de virologia do país. O documento está em fase de pré-impressão, ou seja, esperando validação dos pares internacionais.
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

78.1%
21.9%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp