08/01/2021 às 00h31min - Atualizada em 08/01/2021 às 00h31min

MACEIÓ! Gabinete de Prevenção à Covid-19 e Saúde discutem vacinação contra coronavírus

Sistema de pré-cadastramento de usuários para a primeira fase da imunização passa por últimos ajustes

O Fato com Repórter Maceió

O coordenador do Gabinete Integrado de Prevenção à Covid-19, Claydson Moura, se reuniu nesta quinta-feira (07) com representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para definir os últimos ajustes do sistema de pré-cadastramento da população de Maceió para o início da vacinação contra o coronavírus.

A primeira fase, anunciada pelo Ministério da Saúde (MS) para 25 de janeiro, vai abranger cerca de 70 mil pessoas, entre profissionais de saúde, idosos com mais de 75 anos e aqueles com 60 anos ou mais que vivem em abrigos, além de povos indígenas que vivem em aldeias e comunidades tradicionais ribeirinhas.

Para atender ao público com maior rapidez, logo após o envio das primeiras doses de vacina pelo MS a Maceió, será lançado um site adaptável para celular onde deverá ser feito um cadastro simples do público-alvo. Serão solicitados nome, CPF e outras informações do usuário para que no início da campanha ele possa marcar horário e local onde prefere se vacinar.

O trabalhador de saúde terá que constar no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) para poder agendar sua imunização no site.

O sistema está passando pelos últimos ajustes para ser apresentado ao GGI de Prevenção à Covid-19 e ao prefeito JHC.

“Queremos nos próximos dias estar com a campanha pensada, o sistema de cadastramento pronto, tudo integrado e simples, para garantir a vacinação de forma rápida. Seremos uma das primeiras capitais a iniciar a imunização”, afirmou Claydson Moura.

Pessoas que não tenham acesso à celular ou à internet, e quem não conseguir comprovar que faz parte do grupo de risco da primeira fase da campanha, terão que levar a documentação para os locais de vacinação.
Já os acamados – um total de cerca de duas mil pessoas na Capital – serão atendidos pelas equipes volantes que atuam no Município.

A Prefeitura pretende criar um call-center para tirar dúvidas da população sobre o assunto, por telefone ou celular.

Drive-thru e locais estratégicos

Maceió conta atualmente com doze unidades estruturadas para vacinação, mas o GGI vai definir com a SMS a instalação de pontos de drive-thru (quando a vacina é aplicada nos usuários dentro dos carros) e locais estratégicos para ampliar a campanha.
Há ainda a possibilidade de criar estruturas em escolas para serem pontos de vacinação.
Para atender a toda a demanda, a SMS irá avaliar a necessidade de contratação de pessoal. Será realizado nos próximos dias um chamamento para pré-cadastro de profissionais da área de saúde que podem ser solicitados para a campanha.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

78.2%
21.8%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp