04/08/2020 às 14h38min - Atualizada em 04/08/2020 às 14h38min

ADEUS, CANDIDATURA! – Vereadora ‘Aparecida do Luiz Pedro’ é acusada de doação ilegal

MCCE-AL E CARAS PINTADAS IRÃO ENTRAR COM OFERECIMENTO DE DENÚNCIA NA JUSTIÇA ELEITORAL E MPE

O Fato com Agência de Notícias
Internet

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral em Alagoas (MCCE/AL), Fernando Antônio dos Santos, mais conhecido por ‘Fernando CPI’ e o Movimento Caras Pintadas, irão acionar o Ministério Público do Estado e o Ministério Público Eleitoral para investigar doações à população por parte dos pré-candidatos às eleições deste ano.

Um dos primeiros alvos será a vereadora Maria Aparecida Augusta da Silva, a “Aparecida do Luiz Pedro”. Ela, que irá disputar a reeleição, é acusada de fornecer materiais para construção a moradores do residencial Recanto das Cores, localizado no bairro Benedito Bentes, na parte alta da capital. 

“Podemos dizer que Maceió conta com vereadores sérios, mas nem todos se comprometem em seguir a legislação. Vamos ficar de olho nessas eleições para que a compra de voto seja coibida”, disse Fernando CPI à reportagem. "Essas distribuições é abuso de poder econômico, possibilita a aplicação do art. 299, do Código Eleitoral, crime da promessa e entrega de bens de serviços, para influenciar no voto. Como também pode ser tipificado no Art. 22, da lei complementar 44/90, que é o abuso de poder", afirma Raudrin de Lima, Coordenador Nacional do Movimento Caras Pintadas.

Nas fotos que circula pelas redes é possível ver o ex-vereador Luiz Pedro abraçando uma moradora do residencial. “Iniciamos hoje a construção de nossa academia com a ajuda de uma parceria com a vereadora Aparecida”, declarou um internauta nas redes sociais. “Isso é crime e deverá ser investigado”, finalizou CPI.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

77.5%
22.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp