19/10/2015 às 03h34min - Atualizada em 19/10/2015 às 03h34min

Dilma discorda do Presidente do PT e diz que Levi fica no Governo

O Fato e Agência Folha

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo (18) que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, fica no cargo e disse discordar do discurso do presidente do PT, Rui Falcão, sobre uma possível saída dele do governo.

"Eu acho que o presidente do PT pode ter a opinião que quiser, mas não é a opinião do governo. A gente respeita a opinião do presidente do PT, mas isso não significa que seja a opinião do governo", afirmou a presidente, em entrevista coletiva em Estocolmo, na Suécia.

Questionada então pela Folha sobre as chances de Levy deixar o governo, Dilma respondeu: "Se eu lhe disse que não é opinião do governo [a de Rui Falcão], o ministro Levy fica". E a presidente continuou: "Se ele fica, é porque concordamos com a política econômica dele."

Incomodada com a insistência dos repórteres sobre o futuro de Levy, Dilma avisou que não comentará mais o tema. "Não toco mais nesse assunto, qualquer coisa além disso está ficando especulativo, vocês não farão especulação a respeito do ministro da Fazenda comigo. É essa minha fala final. E a partir de agora não vou responder a respeito do ministro Levy, vocês me desculpem", afirmou a presidente. "Vocês podem especular à vontade, quando eu digo que não, não adianta, é não", ressaltou.

Em entrevista à Folha, publicada neste domingo, o presidente do PTdefendeu mudanças na política econômica e afirmou ainda que, nesse cenário, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, deveria sair do governo se não concordar.

  Luiz Carlos Murauskas/Folhapress  
O presidente do PT, Rui Falcão (à esq.), com Luiz Inácio Lula da Silva em reunião da Executiva do partido

O presidente do PT, Rui Falcão (à esq.), com Luiz Inácio Lula da Silva em reunião da Executiva do partido

O presidente do PT, Rui Falcão (à esq.), com Lula em reunião da Executiva do partido

Dilma negou ainda que tenha discutido com Levy sua demissão em reunião na sexta-feira (16) antes de embarcar para a Suécia.

"Vou falar uma coisa para vocês: há um nível de invenção de conversas que não é verdade. É absurdo dizer que nós tratamos disso na reunião. O que nós conversamos foi fundamentalmente sobre quais são os próximos passos e qual é a nossa estratégia no sentido de garantir que se aprovem as principais medidas que vão levar ao equilíbrio fiscal. Nem tocou nesse assunto [saída], não tinha nenhuma insatisfação dele, até porque essa entrevista [Rui Falcão] não tinha ocorrido, não sei como saem essas informações, e que são danosas, porque de repente aparece uma informação que não é verdadeira", afirmou.

Dilma negou ainda que o ex-presidente Lula tenha feito a ela qualquer pedido para trocar o ministro da Fazenda. "Ele nunca me pediu nada. O presidente Lula quando quer alguma coisa não tem o menor constrangimento em falar comigo", disse.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

76.3%
23.7%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp