29/01/2020 às 22h16min - Atualizada em 29/01/2020 às 22h16min

JHC é a maior fraude da política alagoana, desabafa Fernando CPI

O Fato com Agência A Notícia
Assessoria
 

Fernando CPI é pré-candidato a prefeito de Maceió pelo Partido Popular Brasileiro (PPBR/AL) nas eleições 2020 e em conversa com a reportagem, ele falou sobre projetos, possíveis adversários e sobre a gestão do atual prefeito da capital alagoana, Rui Palmeira.

CPI está bem consciente da dificuldade que vai enfrentar nesta corrida eleitoral. A exemplo disso, citou um trecho de uma música popular brasileira que o motiva nessa caminhada: “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

O pré-candidato se refere ao tamanho do partido, que mesmo pequeno entre todos os grandes tubarões do cenário político alagoano, se manterá firme e apresentará propostas plausíveis e realistas. Ao ser perguntando sobre a gestão do atual prefeito de Maceió, Fernando usa de boas palavras para expressar sua opinião.

“Rui é uma boa pessoa e por isso não posso apenas criticar por criticar. Ele apenas, em minha opinião, cometeu alguns erros em sua gestão”. Já ao ser questionado sobre Dr. Gaspar e Ricardinho Santa Ritta (Avante), por exemplo, manteve uma opinião bem semelhante entre os candidatos.

“Dr. Gaspar é um homem de bem, um exemplo de moralidade pública e será um bom adversário nos debates. Sobre Ricardinho o que posso dizer, ele é bom nome e tem propostas interessantes para Maceió, porém essa história de ‘o novo’, para mim, já está batida”.

Sobre Ronaldo Lessa (PDT), Fernando se mantém ponderado e de poucas palavras descreve a situação do possível adversário. “Ronaldo tem uma história forte em Alagoas, precisará apenas ter cuidado com o ‘fruto das suas escolhas’”. O pré-candidato se refere as possíveis alianças que Lessa fará para as eleições.

Por fim, porém não menos importante, quando questionado sobre o pré-candidato João Henrique Caldas (PSB), Fernando foi bem enfático em suas palavras.

“JHC é a maior fraude criada na política alagoana, utiliza as redes sociais apenas para autopromoção. Ele foge de debates e praticou nepotismo quando deputado, dando cargos para seu pai e sua mãe. Seus veículos de comunicação servem apenas para promover a sua imagem.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

82.0%
18.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp