17/04/2018 às 14h58min - Atualizada em 17/04/2018 às 14h58min

UPA do Jacintinho fica pronta em quatro meses, prevê governador

Renan Filho assinou ordem de serviço para estruturação do prédio onde vai funcionar a unidade

O Fato com Gazetaweb
Jornalista Raudrin de Lima

A UPA [Unidade de Pronto Atendimento] do Jacintinho, em Maceió, vai ficar pronta em quatro meses, conforme previsão dada pelo governador Renan Filho (MDB). A assinatura da ordem de serviço para estruturação do prédio onde vai funcionar o ambulatório aconteceu na manhã desta terça-feira (17), em solenidade ocorrida na Ladeira do Óleo.

De acordo com o governo, o terreno da UPA foi desapropriado pelo Estado e a construção dela e o custeio vão ser possíveis com garantia de recursos próprios. Um pedido de ajuda ao governo federal deve acontecer somente quando a unidade estiver prestes a ser aberta.

O governador Renan Filho disse que UPA do Jacintinho vai ser fundamental para o bairro e para as localidades adjacentes, como Mangabeiras, Cruz das Almas e Jacarecica.

"Inicialmente, 100% da gestão da UPA será feita pelo Governo do Estado, inclusive o financiamento. Depois de pronta, vou solicitar ajuda no custeio, Mas, enquanto o governo federal não faz isso vamos mantê-la. A UPA será aberta de imediato".

 

Renan Filho assinou ordem de serviço para estruturação do prédio onde vai funcionar a unidade

FOTO: DÁRCIO MONTEIRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ele disse que a saúde é uma prioridade para o Estado e, por isso mesmo, o governo tem investido na área e construído novos equipamentos. O governador anunciou que duas novas unidades serão construídas na capital e outras duas também estão previstas. 

"Pretendemos começar a construção dessas outras duas nos próximos meses para termos seis Unidades de Pronto Atendimento e assim atender melhor nossa população. Temos dois desafios, fazer funcionar melhor o que existe e construir novos equipamentos", comentou Renan Filho.

Sobre o pronto socorro João Fireman, ele disse que a unidade será fechada e os funcionários serão remanejados principalmente para a UPA.  

 

Renan Filho assinou ordem de serviço para estruturação do prédio onde vai funcionar a unidade

FOTO: DÁRCIO MONTEIRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Não tem necessidade de funcionar os dois. O João Fireman atende oito mil e essa UPA vai atender 30 mil. A UPA é mais resolutiva, ela interna, tem mais facilidade para comprar produtos. Não vão faltar as coisas e vai ter atendimento para o cidadão. Não dá pra ter redundância, construir um monte de coisa nova e deixar as velhas como estão. Na rua do João Fireman nem ambulância entra", avalia.

 

"Vamos aproveitar os profissionais que trabalham no pronto socorro. Eles vão ser todos aproveitados numa nova estrutura com mais condições de trabalho. Prioritariamente, eles serão transferidos para essa UPA e aqui, inclusive, precisaremos de mais servidores que lá", completa.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...