06/03/2018 às 01h36min - Atualizada em 06/03/2018 às 01h36min

Renan Filho: ‘Se existir culpados pelo Terremoto em Maceió irão responder seriamente'

A Redação
O Fato
Internet

Geógrafo contesta a possibilidade dos tremores acontecido em Maceió, sejam provocados pela extração de Sal-gema. “Em estudo de instituições americanas já é contrária às afirmações do Geógrafo; Enquanto for injetada água, continuará havendo terremotos”, disse Arthur F. McGarr, chefe do Projeto de Sismicidade Induzida no Centro de Ciência de Terremotos em Menlo Park, Califórnia. Outros Estados, como Arkansas e Kansas, impuseram o fechamento ou a redução de poços próximos a zonas sísmicas ativas.Os sismólogos federais advertem há um ano sobre o aumento dos riscos de terremotos nos EUA. Esses exemplos citado nos EUA, vem reforçar a teoria do cientista Rogério Pinheiro, que previu um terremoto para Maceió para 2015; entre outros físicos e químicos que vem afirmando que a responsabilidade do Terremoto em Maceió é da BRASKEM, que vem a décadas explorando na extração das jazidas se Sal-gema, formando grandes cavernas subterrâneas que estão desmoronando, provocando terremos.   O Governador Renan Filho em entrevista a gazetaweb, afirmou que o estado está fazendo sérios estudos, da real causa dos tremores de terra, e caso exista algum culpado, vão responder seriamente pelos danos causados ao meio ambiente e a população. A BRASKEM em nota nega responsabilidade pelo acontecido, informando que a extração é realizada em áreas não urbana, mais de acordo com o histórico da empresa o início da extração foi realizado no Mutange, bem próximo do bairro Pinheiro aonde aconteceu os maiores estragos com o terremoto. O Fato aguarda que as autoridades possam esclarecer e se existir culpados, seja exemplarmente punido, pelos danos causados a população e ao meio ambiente. O Movimento Caras Pintadas e MCCE-AL está elaborando estudos para propor ao Ministério Público Estadual e Federal uma ação coletiva, para punir se existir culpados e indenizar as vítimas do estrago ambiental e material. 


Link
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

80.0%
20.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...