06/01/2018 às 00h51min - Atualizada em 06/01/2018 às 00h51min

Empresa envolvida em suposto esquema de improbidade administrativa em Pernambuco promove o 'Maceió Verão'

O Fato com NE 10

O Prefeito de Maceió com mais uma para deixar qualquer um de orelha em pé. A Prefeitura de Maceió contratou a empresa “Branco Produções”, envolvida em 2014 em suposto ato de improbidade administrativa em Pernambuco.

Em ação civil pública ajuizada no ano de 2014, a promotora Ana Maria Sampaio Barros de Carvalho acusa 43 pessoas, entre parlamentares, ex-diretores da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) e empresários de operar, ao longo de 2014, um esquema de contratação direta de shows por dispensa de licitação com irregularidades.

A denúncia tem como base uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). De acordo com a investigação, os parlamentares enviavam ofícios à Empetur solicitando a contratação de artistas e empresas do seu interesse para festas em locais específicos.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) requereu à Justiça inicialmente o bloqueio de bens e valores dos deputados estaduais João Fernando Coutinho (PSB), Diogo Moraes (PSB), Clodoaldo Magalhães (PSB) e Augusto César (PTB). Além deles, das empresas HC Produções Artísticas e Eventos e Luan Produções, WM Entretenimentos e Edições Musicais e Branco Produções. Além disso, pediu a quebra de sigilos bancário e fiscal de todos os acusados.

De acordo com o TCE-PE, os deputados usaram emendas, por exemplo, para a contratação de shows em uma vaquejada realizada na fazenda do pai de João Fernando Coutinho. Desde 2013, após a aprovação de um projeto do ex-governador Eduardo Campos (PSB), a execução das emendas dos deputados é imposta aos órgãos do poder executivo, como a Empetur.

O Movimento Caras Pintadas e o MCCE-Al, na próxima semana vão entrar com uma representação do Ministério Público de Contas e no Ministério Público do Estado de Alagoas, para ser investigado se existem supostas irregularidades na contratação da Empresa Branco Produções com a Prefeitura de Maceió.Agora perguntamos, quem é responsavél pelas licitações em Maceió? Ricardo Wanderley, indicação de Abraão Moura, ex Prefeito de Paripueira, e responde vários processos de improbidade administrativa, além de ser o responsavél pelo suposto esquema com a Construtora Sérvia, que derrubou Guilherme Palmeira(Pai de Rui Palmeira), como candidato para Vice-presidente da República, na chapa de Fernando Henrique Cardoso em 1994.Abrão Moura foi denunciado pelo Movimento Caras Pintadas no MPE(Ministério Público Eleitoral), que a sua filha Cibele Moura, vem com suposta campanha antecipada, e supostos uso da máquina públina em sua campanha eleitoral, para Deputada Estadual.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.0%
21.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...