20/12/2017 às 09h20min - Atualizada em 20/12/2017 às 09h20min

Turma de Abraão Moura na Arser com saia justa com MP no Maceió Verão

A Redação
O Fato com Alagoas Alerta

O Fato vem alertando a população e as autoridades referente ao grupo político comandado por Abraão Moura na Prefeitura de Maceió, o mesmo envolvido em supostas falcatruas com a Construtora Sérvia em 1992 que derrubou a candidatura de Guilherme Palmeira na chapa de Fernando Henrique Cardoso como Vice-presidente. Ontem dia 19 de dezembro de 2017, a Justiça Alagoana quebrou as pernas dos Abraão proibindo a máquina de fazer dinheiro dos Pardais, e hoje o Ministério Público abriu um inquérito civil público que foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (20) para investigar a contratação de empresa pela prefeitura de Maceió para a realização do Maceió Verão 2018. 

De acordo com publicação feita pelo Ministério Público Estadual (MP-AL) o inquérito é uma medida de prevenção em relação a possíveis irregularidades em licitações.

"[...] de possível lesão ao patrimônio público decorrente de licitações eventualmente irregulares ou ilegais, bem como de gastos desarrazoados de dinheiro público”, diz a publicação.

A empresa vencedora da licitação para organizar o evento foi a Branco Promoções de Eventos e Editora Musical Ltda.

O MP também requisitou ao diretor da Agência Municipal de Regulação de Serviços Delegados (ARSER) de Maceió Ricardo Wanderley, indicação de Abraão Moura, a cópia integral do processo licitatório que adjudicou serviços de realização do evento Maceió Verão 2018 à empresa citada; cópia integral do procedimento licitatório que concluiu pela contratação das bandas e artistas que irão se apresentar no referido evento; e cópia integral do procedimento licitatório que concluiu pela contratação das empresas prestadoras de serviço de alimentação.

A portaria, que foi assinada pelo promotor Adriano Jorge Correia, pediu ainda à Câmara Municipal de Maceió cópia das Leis Orçamentárias de 2017 e 2018.

A casa está caindo pra os Abraão e para o Prefeito de Maceió Rui Palmeira, que se tornou refém de Abraão Moura entregando todas as licitações da Prefeitura de Maceió no comando do operador das supostas propinas da Construtora Sérvia em 1992 quando Abraão Moura era assessor do então Senador por Alagoas Guilherme Palmeira. Como citamos anteriormente Ricardo Wanderley hoje quem comanda a pasta do ARSER, é indicação de Abraão Moura, Ricardo foi Procurador Geral da Prefeitura de Paripueira quando Abraão era Prefeito de Paripueira. Será uma formação de quadrilha? Aguardamos os próximos acontecimentos.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.0%
21.0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...