02/08/2017 às 21h39min - Atualizada em 02/08/2017 às 21h39min

Babalorixá Manoel do Xoroquê adquire acervo inédito do artista plástico Zumba

O Fato com História de Alagoas

Babalorixá Manoel do Xoroquê adquire acervo inédito do artista plástico Zumba. O pintor José Zumba nasceu em Santa Luzia do Norte, Alagoas, no dia 3 de maio de 1920, Era filho de Manuel Zumba e Hortência Maria da Conceição Zumba. Com 10 anos perdeu o pai e a família passou privações, indo morar em Recife, Pernambuco, onde trabalhou numa vacaria.

“Sofri muito, passei fome, dormi à toa. Fui para Recife empregando-me ali numa vacaria. Botaram-me numa Escola Correcional, frequentei o Colégio 5 de julho daquela instituição, depois estive no Patronato Agrícola de Garanhuns, em seguida fui transferido para o grande Colégio de Pacas em Gravatá de Bezerros. Ali tive contato com o professor Edson Figueiredo – arquiteto, pintor e escultor, quando então minha vocação para a pintura começou a despertar”, deixou registrado Zumba em uma das suas entrevistas.

O próximo estágio do nascente pintor, com 12 anos, foi cursar a Escola de Belas Artes do Recife, onde estudou Artes Plásticas. De volta à Alagoas, passou a morar em Maceió onde, tempos depois, casou-se com Maria Júlia Cordeiro Manso, com quem teve vários filhos.

Começou a pintar para sustentar a família. Com as telas em baixo dos braços, percorria as ruas de Maceió oferecendo seus quadros. Aos poucos foi sendo reconhecido e realizou exposições individuais no Teatro Deodoro, em 1951 e 1952; em Londrina-PA, 1953; Curitiba-PA, São Paulo e Recife, 1957. Participou ainda de diversas coletivas e mostras. Alguns dos seus trabalhos estão em acervos de museus da França, Itália, Rússia e Argentina.

José Zumba faleceu no dia 30 de outubro de 1996, deixando uma imensa obra espalhada pelo mundo e principalmente na Alagoas tão representada em sua obra. Seus quadros estão distribuídos em prédios públicos, museus e residências, inclusive de respeitados colecionadores de nossa cidade.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

80.5%
19.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...