13/05/2017 às 03h23min - Atualizada em 13/05/2017 às 03h23min

Espetáculo Volta à Seca faz apresentações gratuitas com o Autor Chico de Assis e elenco

Última apresentação no dia 18 de maio de 2017 , em duas sessões às 15h e às 19h.

Chico de Assis interpreta o cangaceiro Volta Seca. Foto: Jorge Fernando Vieira/ Cortesia

O espetáculo Volta à Seca se iniciou, no dia 03 e 04 de maio, uma temporada de apresentações gratuitas no Teatro Deodoro, localizado no Centro. A peça teatral, que tem um cangaceiro como protagonista, foi um dos projetos selecionados pelo Prêmio Eris Maximiano, lançado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC). A estreia do espetáculo ocorreu em duas apresentações: às 15h e às 19h e terá sua última apresentação no dia 18 de maio no mesmo horário às 15h e às 19h.

Baseado no livro “Andarilhos”, de Maurício Melo Júnior, e dirigido por Marco Antônio Campos, o espetáculo narra histórias do cangaceiro Volta Seca, que integrou o bando de Lampião ainda criança e se tornou um dos mais violentos do grupo. Apesar da personalidade agressiva, o cangaceiro sergipano escrevia versos e compunha músicas que embalavam a rotina do bando.

Espetáculo terá apresentações gratuitas no Teatro Deodoro. Foto: Jorge Fernando Vieira

Espetáculo terá apresentações gratuitas no Teatro Deodoro. Foto: Jorge Fernando Vieira

Espetáculo terá apresentações gratuitas no Teatro Deodoro. Foto: Jorge Fernando Vieira/ Cortesia

Volta Seca morreu em Leopoldina, Minas Gerais, em 1997. Mas morou e, inclusive, trabalhou como porteiro de um jornal no Rio de Janeiro após cumprir 18 anos de prisão e ser solto em 1954. O espetáculo evidencia o período em que o personagem principal deixa a cadeia e tenta retomar a vida na cidade grande.

O ator Chico de Assis, que no ano passado completou 40 anos de teatro, interpreta Volta Seca. Para ele, a transferência de recursos por meio de editais aquece a cena cultural em Maceió. “É uma forma democrática de se escolher as produções e com muita seriedade as pessoas que são contempladas montam seus trabalhos e apresentam à comunidade. Há uma interação entre a produção cultural e a sociedade, e a iniciativa da Fundação foi fundamental para a montagem desse espetáculo”, disse.

Em Volta à Seca, Chico de Assis interage com a plateia e explora efeitos que dinamizam e enriquecem o seu desempenho no palco. O espetáculo aposta em projeções de vídeos, mudanças de cenários e figurinos bem desenhados. A peça tem a participação da atriz Nany Moreno e trilha original do músico Jurandir Bozo.

O espetáculo narra histórias do cangaceiro Volta Seca. Foto: João Ericsson

O espetáculo narra histórias do cangaceiro Volta Seca. Foto: João Ericsson

O espetáculo narra histórias do cangaceiro Volta Seca. Foto: João Ericsson/ Cortesia

Volta à Seca terá mais quatro apresentações, sempre no Teatro Deodoro, e nos mesmos horários, nos dias 4 e 18 deste mês. “Vão ao teatro, não deixem de prestigiar o nosso trabalho. Não precisa pagar nada porque a entrada é gratuita. Inclusive, essa é a proposta do Prêmio Eris Maximiano. O espetáculo é da comunidade e estamos aguardando vocês” destacou o ator Chico de Assis.

Robson Muller/ Ascom FMAC 

Link
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

77.5%
22.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp