29/07/2015 às 02h03min - Atualizada em 29/07/2015 às 02h03min

Governador Renan Filho discute reforma do ICMS com Dilma Rousseff

No encontro com governadores, em Brasília, este e outros assuntos serão discutidos como o ajuste de contas e governabilidade, por exemplo

Raudrin de lima com Agência Brasil - O Fato com Agência Brasil

 

Governabilidade, ajuste nas contas públicas e a reforma do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) serão temas tratados na reunião da presidenta Dilma Rousseff com governadores de todas as regiões do país, nesta quinta-feira, 30, em Brasília. O chefe do Executivo de Alagoas, Renan Filho, confirmou presença no encontro.

 

A crise na economia e o aperto nas contas têm sido pauta constante entre os governadores. “Temos feito mobilizações dos governadores do Nordeste para tratar sobre os temas, buscando um caminho para o país. Eu tenho defendido uma solução dentro da razoabilidade institucional. O plano econômico tem que garantir previsibilidade. Não pode ser o ajuste pelo ajuste”, afirmou Renan Filho.

 

O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, um dos principais articuladores políticos do governo, explicou o caráter do encontro.

“Os governadores fizeram reuniões regionais com posições para trazer ao governo central a preocupação com a governabilidade. Por óbvio, esta é uma preocupação do poder central, do Executivo federal. Então, há uma conjugação de interesses, uma coincidência de interesses”, disse Eliseu Padilha.

De acordo com o ministro, a iniciativa para uma reunião entre Dilma Rousseff e os governadores partiu de representantes de estados do Nordeste e foi bem recebida pelo governo. O encontro deverá reunir governadores de todas as regiões do país, independentemente dos partidos políticos aos quais sejam filiados.

“É do maior interesse do governo e é do interesse de todos os governadores, e isso se sobrepõe à questão partidária. Estamos diante de um tema que é o do interesse da nação – a nação tem interesse em ver o Brasil andar novamente no sentido do crescimento, da geração de emprego, de aumentar a renda. Isso é de interesse da nação, está acima de possíveis divergências partidárias que poderiam ser alegadas em outras circunstâncias”, avaliou o ministro.

Eliseu Padilha disse que a discussão da reforma do ICMS será trazida pelos governadores para a conversa com Dilma Rousseff e que outros temas também poderão ser incluídos na pauta da reunião, que ainda não está fechada.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

76.3%
23.7%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp