06/11/2016 às 21h57min - Atualizada em 06/11/2016 às 21h57min

Patricia Abravanel pergunta se Gilberto Gil é gay

DAVID HERNANDES - Radialista e Blogueiro

Mais uma vez a filha de Sílvio Sílvio Santos fez comentários desnecessários e preconceituosos em rede nacional na TV. Desta vez o fato aconteceu no ultimo sábado (05) durante a maratona do teleton.

Para aumentar o numero de doações Patrícia Abravanel quis leiloar um beijo no palco, nesse momento foi relembrado o selinho que seu pai deu no cantor Gilberto Gil no teleton 2001. Foi nesse momento que Patrícia  perguntou a Celso Portioli se o cantor Gilberto Gil era gay, com a seguinte frase “ ele gosta de Homem ?” a situação foi constrangedora.Horas depois  com o mesmo intuito de aumentar as doações Patrícia  sugeriu  que Celso e Danillo Gentilli se beijassem no palco.

Em maio desse ano durante o quadro jogo dos pontinhos dentro do programa Sílvio Santos a pergunta era se os integrantes eram a favor do relacionamento entre duas mulheres, Patrícia disse ser contra e fez o seguinte discurso “"Li numa revista que hoje um terço dos jovens se relaciona com pessoas do mesmo sexo. Eu acho muito um terço, mesmo sem saber se a opção (sic) deles é real. Eles experimentam", disse ela, interrompida por Sílvio Santos, que perguntou se na Bíblia havia algum trecho que se oponha à relação gay. "Calma, que eu não quero falar de religião. Acho que o jovem é muito ainda imaturo para saber o que quer. A gente tem que firmar que homem são homem, e mulher é mulher, entendeu? Acho que não é legal ser superliberal", respondeu.

Ela tentou citar seu filho, Pedro, de 1 ano, mas seu pai a interrompeu novamente fazendo gracejos, e ela retomou o discurso. "Acho que a gente tem que ensinar para o jovem de hoje que homem é homem, e mulher é mulher. E se por acaso ele tiver alguma coisa dentro dele que fale diferente, aí tudo bem. O que está acontecendo é que estão falando que tudo é normal, tudo é bonito, o jovem acaba experimentando coisas que pode vir eventualmente a se arrepender depois. Então eu sou contra ficar propagando em rede nacional que isso é uma coisa super... eu sou contra."

Sílvio voltou a interrompê-la, colocando a filha contra a parede e questionando se o que ele estava fazendo era uma propaganda do relacionamento gay. "Você está propagando, sim. Porque não é uma coisa normal. Hoje, eu falar que sou contra, eles vão me apedrejar. Eu não sou contra o homossexualismo [sic], eu sou contra falar que é normal. E outra, mulher com mulher não é tão legal assim, eu acho. Não tem aquele brinquedo que a gente gosta bastante, não dá para brincar direito", encerrou

 

 


Link
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...