18/10/2016 às 10h39min - Atualizada em 18/10/2016 às 10h39min

Depois da noite de terror em Maceió,comissão de Delegados vão apurar o caso dos incêndios de ônibus

O Fato com Assessoria PC

Uma comissão composta por três delegados vai investigar os ataques a ônibus que aconteceram no fim de semana em Maceió. A determinação partiu do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.

A comissão será presidida pelo delegado Mário Jorge Barros, gerente da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), e composta também pelos delegados Felipe Caldas, Guilherme Iusten e Vinícius Ferrari.

Eles irão apurar os incêndios ocorridos na noite da sexta-feira (14), na madrugada do sábado (15) e a tentativa na noite de domingo (16).

Por conta dos ataques, as empresas de ônibus decidiram ontem (17) que os veículos seriam recolhidos às 22 horas como medida de segurança. O Sindicato dos Rodoviários (Sinttro) não chegou a um acordo com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

Hoje o Sinttro volta a se reunir, desta vez com o Comando de Policiamento da Capital (CPC) para tratar da segurança nos ônibus.

Os ataques

Na sexta-feira, 14, um ônibus da empresa real Alagoas foi incendiado no Conjunto Frei Damião, localizado no bairro de Benedito Bentes. Moradores revelaram que homens armados teriam incendiado o coletivo e alegaram que estavam cumprindo ordens vindas do sistema prisional. A população ficou assustada com a atitude violenta.

Na madrugada do sábado (15), mais três veículos foram incendiados dentro da garagem da empresa Real Alagoas, localizada no bairro do Farol. Dois coletivos ficaram totalmente destruídos, enquanto um foi queimado apenas em algumas partes.

Na noite do domingo, um novo ataque foi registrado no terminal do conjunto Graciliano Ramos. O veículo não chegou a ser destruído pelo fogo. Porém, a Real Alagoas atrasou a saída dos veículos da garagem na manhã da segunda-feira.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

78.2%
21.8%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp