O Fato Publicidade 1200x90
17/05/2024 às 16h29min - Atualizada em 17/05/2024 às 16h29min

MP descobre fraude em contratos da Prefeitura de Chã Preta com Cooperativa.

Cooperativa Moderniza detinha contrato milionário com a Prefeitura de Chã Preta.

Redação
      A Operação Maligno realizada nos últimos dias expôs um dos maiores esquemas de corrupção contratual entre a Moderniza Cooperativa de Trabalho e várias prefeituras de Alagoas, dentre elas a de Chã Preta que tem contrato de mais de R$ 6.772.828,80 (seis milhões setecentos e setenta e dois mil oitocentos e vinte e oito reais e oitenta centavos) para terceirização de serviços. O Ministério Público do Trabalho também verificou que os contratos firmados previam o pagamento de um salário-mínimo a cada trabalhador, mas os “cooperados” chegavam a receber apenas R$ 600,00 mensais, à época em que o salário-mínimo era de R$ 1.100,00 em 2021 e R$ 1.212,00 em 2022. A prática ilegal é conhecida popularmente por “rachadinha”.
       “Diante das provas obtidas, ficou evidente que a Moderniza veste-se sob o manto de cooperativa para agir à margem da legislação trabalhista. Trata-se, portanto, de uma pseudo cooperativa que, ao sair vencedora em licitações para prestar serviços em diversas áreas para municípios da região, capta trabalhadores para prestarem esses serviços como se eles fossem cooperados, quando na verdade não são”, afirmou o procurador do MPT Luiz Felipe dos Anjos.
         A redação do jornal tentou contato com o Prefeito de Chã Preta Maurício de Vasconcelos Holanda para exclarecimentos, mas não obteve resposta.
Link
Leia Também »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp