11/09/2021 às 05h41min - Atualizada em 11/09/2021 às 05h41min

CAPh Revista: Casa Alagoana da Photografia lança a segunda publicação voltada para a fotografia em Alagoas

      É com enorme felicidade que este colunista recebe das mãos do querido fotógrafo Hugo Taques uma ótima notícia e anuncia para vocês a chegada de mais uma edição de um canal de produção cultural nas Alagoas dos Caetés e de Zumbi: a Revista CAPh, publicação digital para o seguimento da fotografia em Alagoas. Então, sem mais delongas, deixo-vos abaixo o texto da Jornalista Anna Sales que explica tudinho para vocês!

 

Lançamento ocorre no sábado (11), às 15h, via Zoom, é aberto e gratuito

  

 

      No próximo sábado (11), às 15h, via Zoom, a Casa Alagoana da Photografia (CAPh), irá lançar a segunda edição da CAPh Revista, publicação digital e gratuita voltada para o fomento da fotografia em Alagoas. Para participar do evento, basta acessar a sala do Zoom no dia e horário da estreia. O link para a reunião será divulgado no Instagram @caphmaceio.

 

   As edições serão bimestrais e poderão ser acessadas e baixadas no site da CAPh (caphmaceio.com) de forma gratuita e também lidas no https://issuu.com/caphmaceio . Esta segunda edição compreende os meses de Julho e Agosto e terão matérias sobre fotografia e cultura popular, além de assuntos como esporte e rock. Os demais conteúdos também são voltados à fotografia produzida no estado, inclusive sobre novos talentos.

 

  A primeira edição contou com  matérias sobre as duas particularidades do mês de Maio: O mês das noivas e o mês das mães, além de falar sobre o Projeto Ruptura, e contar com um artigo do fotógrafo Francisco Oiticica. Os outros destaques vão para as fotografias de Bruna Kélvia e Rama Costa. Ela pode ser acessada no link: https://issuu.com/caphmaceio/docs/caph-revista-edicao-01-jun-21-final-interativo

 

     "Participar como fotógrafo do mês da primeira edição na matéria de capa da CAPh Revista, foi pra mim uma consagração! Embora eu venha atuando na área desde o início da década de 1990, faltava o destaque que a revista me deu. Digo isso porque a consagração de que falo veio de meus pares, fotógrafos de Alagoas. Tudo isso feito com muito carinho, numa edição primorosa, muito bem cuidada, me faz pensar que não demorou, mas veio na hora certa o que a revista me trouxe.”, conta Francisco Oiticica, grande destaque da primeira edição.

 

Fotografia alagoana em ascensão

 

    A fotografia realizada em Maceió, notadamente nos últimos anos, tem conquistado projeção e respeito em âmbito nacional, e também fora do Brasil, consequência da qualidade autoral e da identidade artística e cultural. Nomes consagrados, e novos talentos, vêm ganhando concursos, sendo selecionados em convocatórias, e em editais, pelo Brasil e em outros países, fruto de esforços individuais e de investimentos próprios. Maceió, desde 2019, entrou no roteiro dos grandes eventos de fotografia brasileiros, com a realização do FOTOSURURU, cuja marca se fortaleceu mesmo em 2020. A segunda edição do evento, que seria realizado em abril de 2020, foi cancelada devido à pandemia da Covid-19. Mas o FOTOSURURU se manteve ativo com a realização de lives, que atingiram mais de 10 mil visualizações.

 

       “A Casa Alagoana da Photografia é muito importante para o fomento da fotografia no estado. Não só para os fotógrafos, mas para toda rede em volta deles. Por exemplo, devido à pandemia, a única loja que tínhamos que fazia impressão Fine Art em Alagoas teve que fechar as portas. Agora, os fotógrafos precisam mandar para os ateliers de impressão  de Recife. Com a Caph, essa rede seria fortalecida, poderíamos voltar com a impressão  Fine Art aqui no estado, fazendo com que o dinheiro circulasse aqui em Alagoas. Além disso, os esforços na área de fotografia movimentaram a criação de escolas, exposições, feiras e festivais, movimentando o turismo e a economia criativa em milhões de dólares em cada uma dessas cidades. Na América Latina, outras cidades já fazem, com sucesso, bom uso das artes visuais como fomentadores da economia, tais como Fortaleza, Montevidéu, Brumadinho/MG, Rio de Janeiro e São Paulo.”, conta Jorge Vieira, idealizador do FotoSururu e um dos idealizadores da Casa Alagoana da Photografia.

 

Texto da Jornalista Anna Sales

 

Serviço:

 

O que?: Lançamento da segunda edição da CAPh Revista

 

Quando?: Sábado (11), às 15h.

 

Onde?: Via Zoom. Link será disponibilizado no Instagram @caphmaceio

 

Quanto?: Gratuito

 
Link
Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.4%
20.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...