19/09/2018 às 00h20min - Atualizada em 19/09/2018 às 00h20min

Francisco Sales - Penedense Apaixonado

Francisco Sales – Penedense Apaixonado
"Vivo extraviado em meu tempo por acreditar em valores que a maioria julga ultrapassados. Entre esses, o amor, a honra e a beleza que ilumina os difíceis caminhos da retidão, da superioridade moral, da elevação da delicadeza, e não da vulgaridade dos sentimentos." (Francisco Alberto Sales)
 
Em Penedo, cidade localizada às margens do Rio São Francisco, nas proximidades de sua foz onde aquele mar de águas doces adentra o atlântico num majestoso espetáculo da natureza, veio à luz Francisco Alberto Sales.
 
Nascido no dia 19 de novembro de 1939, ingressou no curso de medicina na primeira turma da, então recém-criada, Universidade Federal de Alagoas. Líder estudantil, foi preso político na ditadura militar de 1964. Recém-graduado, mudou-se, em 1967 para Brasília, onde fez residência médica no setor de psiquiatria do Hospital Distrital. Inteligente e batalhador, tornou-se o chefe dos residentes internos e estagiários. Foi nomeado coordenador e diretor do Hospital Distrital, tendo exercido uma brilhante carreira como médico Psiquiatra do Banco do Brasil e da Câmara dos Deputados. Em 1970, conseguiu o título de Doutor em Psiquiatria pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
 
Casado há quarenta e cinco anos com Gleide Satyro, seu grande amor, com quem teve três filhos, Ernani, Guilherme e Mônica. Hoje possui cinco netos.
 
Distanciou-se fisicamente de Penedo, porém manteve-se ligado às lembranças e ao vínculo ancestral com sua terra natal, tendo batizado sua residência brasiliense como “Mansão São Francisco do Penedo”. Ali, começou a colecionar dados que considerava fundamentais à revitalização da memória de sua amada cidade. Aposentado, retornando à Penedo, restaurou o solar onde nascera e fora criado e, com recursos próprios, criou a Casa do Penedo, a qual hoje a dirige, sendo considerado um templo de cultura onde as tradições são valorizadas e cultivadas. Membro da Sociedade de Médicos Escritores do Brasil e da Academia Alagoana de Letras, é sócio do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, e pertence a diversas entidades culturais de Alagoas e de outros Estados.
 
Francisco Alberto Sales é um contagiador e estimulador das novas gerações para resgatar e perpetuar o patrimônio histórico penedense. Faleceu no dia 18 de setembro de 2018 em Brasília aos 78 anos, deixando uma grande lacuna no nosso meio cultural.
 
 
Dartanhan Holanda
Link
Relacionadas »

Você é a favor da retirada da BRASKEM de Maceió?

79.2%
20.8%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...